quarta-feira, 8 de junho de 2011

CESARE BATTISTI ESTÁ LIVRE



A decisão do STF não só reparou uma injustiça como reafirmou a soberania do Brasil. Segundo os funcionários de Berlusconi o Brasil era mais "conhecido por suas dançarinas do que pelos seus juristas", e o pior é que a direita nativa fez coro ao desaforo do governo Berlusconi


Após mais de 6 horas de sessão o STF deliberou pela soltura imediata de Cesare Battisti,preso desde 2007.

No julgamento de hoje, os ministros avaliaram se o ato do ex-presidente Lula de manter Battisti poderia ser contestado pelo governo italiano. E se Battisti deveria ser solto de imediato.

No primeiro caso, a maioria dos ministros alegou que por uma questão de soberania nacional, a decisão de Lula deveria ser mantida, ou seja, que Battisti não deve ser entregue às autoridades italianas.

Na sessão, os ministros também decidiram pela soltura imediata de Battisti.A previsão dos advogados de defesa é que, após a decisão do Supremo, Battisti deixe a cadeia amanhã.

Votaram pela libertação imediata de Battisti os ministros: Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandwski, Joaquim Barbosa, Ayres Britto e Marco Aurélio.

Votaram contra a decisão do presidente Lula de não extraditar Battisti( e a favor do governo italiano) os ministros: Gilmar Mendes (relator), Ellen Gracie, Cezar Peluso (presidente).


Vale destacar a intervenção do novo membro do STF, Luiz Fux que desmontou os argumentos do relatório de Gilmar Mendes que tentou, de forma constrangedora, sustentar a posição de que Lula havia desacatado o Tratado de extradição assinado com a Itália.

Nenhum comentário: