segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

ETA declara trégua geral


Em mais de 50 anos de luta, o grupo independentista basco ETA anuncia uma trégua geral, permanente e verificável conforme os princípios Mitchell de solução de conflitos armados. Mesmo assim o governo espanhol continua desconsiderando essa iniciativa política, pois aposta no conflito armado como forma de manter a opressão sobre o país basco.







Declaração da ETA

ETA, organização socialista revolucionária basca de libertação nacional deseja mediante esta Declaração dar a conhecer sua decisão:

Nos últimos meses, desde Bruxelas até Gernika, personalidades de grande relevância internacional e uma multidão de agentes políticos e sociais bascos salientaram a necessidade de dar uma solução justa e democrática ao secular conflito político.

A ETA concorda [com eles]. A solução chegará através de um processo democrático que tenha a vontade do Povo Basco como máxima referência e o diálogo e a negociação como instrumentos.

- O processo democrático deve superar todo tipo de negação e violação de direitos e deve resolver as chaves da territorialidade e o direito de autodeterminação, que são o núcleo do conflito político.

- Cabe aos agentes políticos e sociais bascos alcançar acordos para chegar a um consenso na formulação do reconhecimento de Euskal Herria [País Basco] e seu direito a decidir, assegurando a possibilidade de desenvolvimento de todos os projetos políticos, incluindo a independência.

- Como resultado do processo, a sociedade basca deve ter a palavra e a decisão sobre seu futuro, sem nenhum tipo de ingerência nem limitação.

- Todas as partes devem comprometer-se a respeitar os acordos alcançados e as decisões adotadas pela sociedade basca, estabelecendo as garantias e mecanismos necessários para sua implementação.

Por conseguinte:

ETA decidiu declarar um cessar-fogo permanente e de caráter geral, que pode ser verificado pela comunidade internacional. Este é o compromisso firme da ETA com um processo de solução definitivo e com o final da confrontação armada.

É tempo de atuar com responsabilidade histórica. A ETA faz um apelo às autoridades da Espanha e da França para que abandonem para sempre as medidas repressivas e a negação de Euskal Herria [País Basco].

A ETA não cederá em seu esforço para promover e realizar o processo democrático, até alcançar uma verdadeira situação democrática em Euskal Herria [País Basco].

GORA EUSKAL HERRIA ASKATUTA! GORA EUSKAL HERRIA SOZIALISTA!
[Viva o País Basco Livre! Viva o País Basco Socialista!]

JO TA KE INDEPENDENTZIA ETA SOZIALISMOA LORTU ARTE!
[Sem Parar, Até a Independência e o Socialismo!]

Em Euskal Herria, 8 de janeiro de 2011-01-10

Euskadi Ta Askatasuna [Pátria Basca e Liberdade]

E.T.A.

----
Princípios Mitchell:

"Em consequência, recomendamos que as partes em tais negociações afirmem seu compromisso total e absoluto com:

* O uso de meios exclusivamente democráticos e pacíficos para resolver as questões políticas;

* O desarmamento total de todas as organizações paramilitares;

* Concordar que o desarmamento deve ser verificável por uma comissão independente;

* Renunciar para si, e se opor a qualquer tentativa de outros, a usar a força ou ameaçar utiliza-la para influir no curso e nos resultados alcançadas nas negociações multipartidárias;

* Comprometer-se a respeitar os termos de qualquer acordo alcançado nas negociações multipartidárias e a recorrer a métodos exclusivamente democráticos e pacíficos para modificar qualquer aspecto destes acordos com que se possa estar em desacordo, e;

* Instar que os "castigos" como assassinatos e espancamentos terminem e tomar medidas eficazes para prevenir tais ações."




Gerry Adams pide al Gobierno español que "aproveche la oportunidad"


El presidente del Sinn Féin, Gerry Adams, ha pedido al Gobierno español que aproveche "la oportunidad para una paz duradera".

10/01/2011 15:50:00- fonte : GARA

DUBLIN-. Gerry Adams ha valorado positivamente la decisión de ETA de decretar un alto el fuego permanente, general y verificable y ha subrayado que el Gobierno español debe "aprovechar la oportunidad para una paz duradera y para un nuevo comienzo en la relación entre el pueblo vasco y el Estado español".

"En setiembre del año pasado, ETA expresó su deseo de perseguir la independencia vasca a través de medios pacíficos y democráticos. Esta fue una declaración significativa y tenía el potencial de propiciar un final permanente al duradero conflicto en el País Vasco", ha afirmado el histórico dirigente del Sinn Féin en declaraciones en Dublin.




Amplio eco de la declaración en los medios internacionales


La declaración de ETA decretando un alto el fuego permanente, general y verificable ha sido recogida de forma inmediata por medios de comunicación internacionales.

10/01/2011 12:59:00

BILBO-. El comunicado en el que ETA decreta un alto el fuego permanente, general y verificable como "compromiso firme" con un proceso de solución definitivo y el final de la confrontación armada ha sido recogido de forma inmediata por las ediciones digitales de los principales medios de comunicación internacionales, además de los estatales.

La decisión de la organización armada es la apertura de las ediciones digitales de "BBC", así como "The Guardian", que incluye la declaración íntegra y el vídeo publicados por GARA.

Poco después de darse a conocer la decisión de ETA, "Le Monde" ha incluido una alerta con el anuncio y poco después ha abierto su edición digital.

La declaración ocupa también uno de los puestos destacados en la edición de "The Wall Street Journal", y es una de las primeras noticias de "Der Spiegel".

Nenhum comentário: