terça-feira, 26 de maio de 2009

INICIATIVA INTERNACIONALISTA para as eleições Européias


Otegi declara apoio da Esquerda Idependentista Basca a lista da Inciciativa Internacionalista às eleições ao Parlamento Europeu




INICIATIVA INTERNACIONALISTA (II) : Uma Alternativa em defesa dos direitos dos povos pela autodeterminação e o socialismo na Europa.

No Dia 07 de junho serão realizadas Eleições para o Parlamento Europeu. Em meio a pior crise do capitalismo os Estados Nacionais da Europa, cada vez mais conservadores, buscam de todas as formas manter o poder e garantir o "status quo" que sustenta um sistema em bancarrota.

Para isso usam todos os instrumentos de repressão que estão ao seu alcance para impedir que a esquerda considerada a "Mais perigosa" conquiste algum espaço no Parlamento que tem servido a seus interesses. É muito claro que os conservadores e seus "cãos de guarda" da grande mídia identificam a "esquerda aceitável", no caso os sociais-democratas e "socialistas dóceis", e a "esquerda perigosa", ou "terrorista", como identificam a lista INICIATIVA INTERNACIONALISTA (II), encabeçada pelo dramaturgo basco Alfoso Sastre.

A lista da Iniciativa Internacionalista(II)foi impugnada pelo Supremo Espanhol que acusou a lista de representar a política do grupo basco ETA. Entretanto, o Tribunal Constitucional reabilitou a candidatura permitindo que a INICIATIVA Internacionalista concorra nas eleições de 07 de junho.

O "grande perigo" da candidatura Iniciativa Internacionalista está no fato de que ela é a única que represanta a luta de diversos povos Europeus que são oprimidos atualmente pelos artificiais estados burgueses. Na candidatura que defende a autodeterminação dos povos representa as lutas do País Basco, da Cataluña e de outros povos que históricamente lutam pelo direito a uma nação soberana. Também representa um projeto de uma Europa socialista e anti-capitalista.
Em função do que representa a lista INICIATIVA SOCIALISTA recebeu essa semana o apoio de um dos mais importantes líderes da esquerda independentista basca, Arnaldo Otegi.
O militante abertzale em conferência de imprensa realizada ontem à tarde em Donostia, apelou ao voto numa lista eleitoral que, segundo afirmou, “não é a nossa, mas reúne os nossos critérios”.
O voto na Iniciativa Internacionalista vai servir, na opinião do dirigente independentista, para “evidenciar a situação antidemocrática que se vive Euskal Herria, para exigir um modelo social socialista para Euskal Herria e para o conjunto da União Europeia, e para exigir o envolvimento da Europa numa solução democrática e pacífica para o conflito basco”.

Para pedir publicamente o voto para a candidatura recentemente impugnada pelo Supremo espanhol e reabilitada pelo Tribunal Constitucional, estiveram também presentes outros membros destacados da esquerda independentista, como Itziar Lopategi ou Miren Legorburu.

Otegi afirmou que recebeu um convite da lista de Alfonso Sastre no sentido de os votantes históricos da esquerda abertzale darem os seus votos à Iniciativa Internacionalista nestas eleições europeias.

Arnaldo Otegi fez questão de realçar que esta não é “uma lista sua”, e afirmou que diversas questões influíram na decisão de pedir o voto para uma candidatura independente da sua formação, entre as quais se encontram o seu apreço pelo manifesto fundacional da II, a aposta que esta candidatura faz numa alternativa social, bem como o reconhecimento do direito à autodeterminação.

Nenhum comentário: