quinta-feira, 26 de março de 2009

Dicionário da Outra Economia



Dicionário Internacional da Outra Economia: Uma contribuição teórica para compreender a Economia dos(as) Trabalhadores(as)

Paulo Marques


No dia 27/03, sexta feira, será lançado em Porto Alegre o Dicionário Internacional da Outra Economia, organizado pelos pesquisadores Antonio David Cattani, Jean-Louis Laville, Luiz Gaiger, Pedro Hespanha.


O Dicionário Internacional da Outra Economia é uma iniciativa que chega em boa hora. Se a Economia capitalista, hegemônica, encontra-se em uma profunda crise, talvez a maior de sua história, também é verdade que existe um déficit teórico importante no campo alternativo, especificamente na esquerda, capaz de apresentar uma alternativa de caráter nitidamente anti-capitalista.

Até agora as respostas à crise, especialmente pela esquerda, tem se limitado às receitas keynesianas sem, no entanto, questionar o sistema capitalista. Entretanto, se por um lado a teoria tem se mostrado insuficiente, por outro, a realidade nos apresenta um conjunto de práticas coletivas realizadas por centenas de milhares de trabalhadores na América Latina no seu dia-dia, que denominamos de “Economia dos Trabalhadores” ou Economia Solidária que é uma alternativa concreta em desenvolvimento.

Baseada nos valores da cooperação e solidariedade, antagônicos ao modelo baseado no individualismo e na competitividade, essa Outra Economia é constituída de empreendimentos econômicos solidários (cooperativas populares, bancos comunitários, redes de cooperação entre outros) que emergiram como enfrentamento ao desemprego dos anos 90 e avançaram para uma possibilidade concreta de constituir uma alternativa de projeto político, ou outro paradigma de desenvolvimento econômico.

A partir dessa realidade surgiram diversos estudos, pesquisas, teses acadêmicas sobre o tema nas mais diversas disciplinas. Um dos livros de referência foi a A Outra Economia, organizado pelo professor Antonio Cattani e lançado pela Editora Veraz em 2003. Este foi também um ano em que a Economia Solidária teve um importante avanço político-organizativo no Brasil, com a criação do Fórum Brasileiro de Economia Solidária- FBES, no âmbito do Fórum Social Mundial e a criação pelo recém eleito governo Lula, da Secretaria Nacional de Economia Solidária- SENAES.
Passados seis anos muita coisa mudou, a Economia Solidária, mesmo com todas as limitações que o sistema impõe, já é uma realidade que avança a cada ano, seja na quantidade de empreendimentos e iniciativas práticas realizadas, seja, pelo seu avanço como movimento social identificado com os mais diferentes setores como as comunidades quilombolas; indígenas; movimento de mulheres, trabalhadores desempregados; trabalhadores de assentamentos da reforma agrária. Ao mesmo tempo é parte dos projetos mais significativos de transformações que estão em curso na América Latina. Na Venezuela, essa Outra Economia compõe o projeto de Desarrollo Endógeno; na Bolívia e no Equador está inserida na Constituição e reconhecida como modo de produção que compõe a Economia desses países. No Brasil realizou-se a 1 Conferência Nacional de Economia Solidária, e foi criado o Conselho Nacional de Economia Solidária.

O Dicionário Internacional da Outra Economia não deixa de ser um reflexo dessa realidade ao realizar a importante contribuição teórica de sistematizar , conceituar e compreender o significado destas experiências.

Conforme a apresentação do livro ele:

” está sintonizado com os ideais e as realizações objetivas da outra economia, aquela que se apresenta como alternativa material e humana superior à economia capitalista. A obra visa divulgar, para um amplo público, os conceitos e as teorias mais marcantes sobre as alternativas à economia capitalista presentes em uma literatura especializada, que às vezes é hermética demais para o leitor. Neste Dicionário são analisados os mais diversificados temas, como os fundamentos e as modalidades da outra economia, os marcos históricos do pensamento alternativo, as redes de colaboração solidária, o comércio justo, entre outros. Ajudar a tornar mais inteligíveis as insuficiências do sistema econômico dominante é a proposta deste livro".

Esse lançamento assim como muitos outros que virão nos permite ser otimistas quanto a superação do déficit teórico que existe no campo das alternativas anti-capitalistas. Boa leitura.
O lançamento será as 18h30min na livraria Palavraria, Rua Vasco da Gama, 165, Bairro Bom Fim, POA.

Dicionário Internacional da Outra Economia

Colecão CES – Série Políticas Sociais n.º 1Editora: AlmedinaAutores: Antonio David Cattani, Jean-Louis Laville,Luiz Inácio Gaiger, Pedro Hespanha (Coord.)2009ISBN: 978-972-40-3722-6

Nenhum comentário: