segunda-feira, 2 de março de 2009

SEMANA INTERNACIONAL DE LUTA FEMINISTA



8 de março Bi-nacional


Diversas entidades do movimento feminista, entidades sindicais e partidos de esquerda realizam nos dias 07 e 08 de março o ATO PELO 8 DE MARÇO na fronteira entre Brasil e Uruguai.


CALENDÁRIO DE ATIVIDADES


DIAS 07 e 08 de Março em S. do LIVRAMENTO/RIVERA

DIA 07/03:


8h – Chegada das Caravanas de vários lugares;
10h – Concentração no Parque Internacional da VI Marcha Binacional das Mulheres ;
14h - Oficinas autogestionárias -das 14 às 16:30- Escola Estadual Rivadâvia Corrêa – Rua dos Andradas, 797

1. Rede Feminista de Saúde: Faça a sua Convenção – referente a Campanha Mundial "Os Direitos das Mulheres Não São Facultativos" pela Ratificação e Uso do Protocolo Facultativo à CEDAW .

2. Sindiágua: Oficina para esclarecer as pessoas sobre a campanha e coleta de assinaturas para a PEC que visa tornar a água um bem indisponível à privatização, e a conscientização de que a Corsan siga levando água de qualidade a todas as gaúchas e gaúchos.

3. Grupo Hospitalar Conceição – Oficina sobre Saúde e Gênero

4. CEBRAPAZ/Semapi e MMM – “Mulheres na Luta contra o imperialismo e pela paz” – Em defesa do Povo Palestino”

5. CTB-RS – “Mulheres contra a crise, na defesa do trabalho e soberania nacional”

6. Semapi – Coletivo Desenvolvimento Sustentável – “Hábitos de Consumo como fator de Soberania Alimentar”

7. Liga Brasileira da Lésbicas, Sintrajufe e Marcha Mundial das Mulheres - Lesbianidade Feminista: Uma Ferramenta de Fortalecimento de Mulheres Lésbicas como Sujeito Político.

8. Aneps – Controle Social e Participação Popular em Saúde

9. Lua Nova/ Guayí – Economia Solidária na Prevenção à Violência

10. CEPPIR/ GHC – “O que é Violência contra as Mulheres”.

Atividades de auto-organização das 17 às 18:30h:

- Marcha Mundial das Mulheres: Plenária da MMM Internacional e discussão dos eixos da atividade e preparação para a Ação de 2010.

19h – Feira de Economia Popular Solidária ;

08/03 –
8h - Chegada das caravanas de vários lugares;

9:30 - Lançamento da Frente Nacional contra a criminalização das mulheres e pela legalização do aborto – com entidades do Rio Grande do Sul e nacionais.

10h – Assembléia das Mulheres e elaboração da Carta das Mulheres do Cone Sul

13h – Ato no Parque Internacional “Um outro Mercosul é possivel”

Nenhum comentário: