sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A mão visível do Estado

Passamos do sofisma da "mão invisível" do mercado para a realidade da "mão vísivel" do Estado para salvar a economia. Tradução: Acredita que os bancos lhe roubam?



As ações dos bancos começaram a cair na sexta-feira pela manhã depois que o senador Dodd, o democrata de Connecticut presidente do comitê dos bancos, disse em uma entrevista com Bloomberg Televisão que estava preocupado que o governo poderia terminar por nacionalizar algunos prestamistas “pelo menos por um breve período.” Alguns outros destacados planejadores de políticas – incluído Alan Greenspan, ex presidente do Federal Reserve, e o senador Lindsey Graham de Carolina do Sul – fizeram eco recentemente a esse ponto de vista.”



—Eric Dash, “Growing Worry o­n Rescue Takes a Toll o­n Banks,” The New York Times, 20 de febrero de 2009


Para compreender como está funcionando o mecanismo pelo qual o Estado capitalista está "enfrentando " a crise sistêmica do capitalismo, cuja frase acima é um exemplo das "preocupações dos senhores do mundo", indicamos para leitura o artigo do economista Michael Hudson, "A linguagem do saque", publicado em http://www.kaosenlared.net/noticia/el-lenguaje-del-saqueo

Nenhum comentário: