quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Adão Pretto: Um lutador da Reforma Agrária



Morreu hoje o deputado federal do PT do Rio Grande do Sul, Adão Pretto, militante histórico da luta pela reforma agrária , Adão Pretto cumpria o quinto mandato de deputado Federal. Foi deputado Estadual e Deputado Constituinte, todo seu mandato esteve voltado para a luta dos pequenos agricultores e trabalhadores sem-terra. Publicamos em homemagem a companheiro Adão Pretto um artigo de João Pedro Stédile que resgata um pouco da trajetória e do militante Adão Pretto.



"Perdemos um grande lutador social"

João Pedro Stédile- Economista e integrante da Coordenação Nacional do MST


Conheci nosso querido Adão Pretto, há mais de 30 anos. Nos conhecemos numa atividade de pastoral da diocese de Frederico, aonde ele era um líder de sua comunidade e ministro da eucaristia. Frei Sergio Gorgen o apresentou fazendo muito boas referências, de que se tratava de um pequeno agricultor, lutador, honesto, trabalhador, pai de nove filhos. E que tinha muito futuro. Criava sua familia com o trabalho na roça, nas costas do rio Miraguaí.
Naqueles tempos de ditadura militar, era muito dificil encontrar pessoas corajosas, que se dispusessem a defender os interesses da comunidade. Desde o início o admirei por sua sensibilidade social, por sua coerência, e franqueza. Nos encontros, costumava colocar em versos singelos, as idéias que matutava e as avaliações que fazia da política. Por sua liderança e dedicação, foi eleito presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Miraguaí, naqueles finais da década de setenta, na onda das oposições sindicais, que renovaram nosso movimento sindical.
No sindicato, dedicou-se a organizar os pequenos agricultores na luta por preços melhores, e também, com tantos sem-terras na sua base, passou a organizar o movimento dos sem terra. Logo, transformou-se numa referência política em toda região. Lembro dele, tambem, da Romaria da Terra que realizamos em 1981, na encruzilhada Natalino, com nosso primeiro grande acampamento. Adão Pretto declamou com um filho pequeno, uma trova gauchesca denunciando as formas capitalistas de exploração dos pequenos agricultores e defendendo a necessidade da luta. Impactou a todos os mais de 25 mil participantes.O tempo foi passando, e em 1986 organizamos a maior ocupação de terras no Rio Grande do Sul, que foi a então Fazenda Anoni. Com mais de 2 ,5 mil famílias. E lá estava o Adão Preto. Naquele mesmo ano, elegeu-se deputado estadual. Seria o primeiro deputado estadual camponês a tomar posse na Assembléia Legislativa.
Uma grande vitória do movimento camponês do Rio Grande do Sul. No início, muitos colunistas da imprensa burguesa, riam de seu pouco estudo, afinal tinha apenas a terceira série do primário. A resposta veio numa atuação exemplar em defesa dos pequenos agricultores e sem-terras que impactou a toda sociedade gaúcha, e lhe deu o Premio Springer de melhor deputado.
Depois elegeu-se deputado federal, defendendo com a mesma garra e coerência na Câmara dos Deputados e no dia a dia, os interesses da classe trabalhadora.Adão Pretto não era o parlamentar padrão, que conhecemos. Não gostava da tribuna. Mas estava presente em todas as lutas sociais que se realizaram nesses últimos vinte anos. E as fazia repercutir no parlamento, na forma de leis ou de denúncia. Sempre o mesmo. Simples. Com uma coerência impressionante. Nunca titubeou. O critério básico que usava em sua vida e na participação política, era se perguntar, o que interessa aos trabalhadores? E independente de tudo, os defendia.
Tambem, deu exemplo na sua forma de fazer campanha política. Nunca aceitou receber nenhum centavo de ajuda financeira de nenhuma empresa. Por mais que seus colegas debochassem de perder oportunidades de receber polpudas ajudas das Aracruzes, Vales, e outros corruptores.Todas as campanhas foram realizadas pela militância, e em debates das idéias e de projetos. Os trabalhadores, o povo gaúcho perdem um de seus grandes lutadores sociais. O MST e a Via Campesina perdem um de seus líderes mais coerentes e dedicados. Todos nós perdemos. Mas fica seu exemplo. Que certamente o imortalizará. Grande Adão Pretto, nos deixará saudades a todos.

Nenhum comentário: