quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

1959-2009 -Revolução Cubana 50 anos

A ilha da dignidade





José Martí: Herói Nacional de Cuba e referência central para a Revolução

A coluna guerrilheira comandada por Che Guevara comemora o ano novo de 1958 na Sierra Maestra, um ano depois ele estará entrando vitorioso em Santa Clara.



QG na Sierra Maestra







Comandantes sempre na linha de frente

Presidente do Banco Central: A direção da Revolução solicitou um "economista" para assumir o Banco Central de Cuba e Che aceitou a tarefa. Perguntado do porquê um médico assumia aquela função, Che respondeu que quando perguntaram ele entendeu que queriam um "comunista" e por isso ele aceitou.

Mulheres da Revolução: A direção do Movimento 26 de julho sempre contou com a presença de destacadas guerrilheiras
Em cada cidade liberada a revolução tornave-se imbatível

CAmilo Cienfuegos, um dos heróis da revolução morre em acidente aéreo nos primeiros dias da vitória. Seu carisma e heroismo nunca foram esquecidos.


Fidel e Camilo Cienfuegos entram em Havana no dia 1 de janeiro de 1959.


Fidel e Che nos primeiros dias da Vitória

O fotógrado Korda denominou essa foto de " El quijote de la farola"


Marcha da vitória em Havana, janeiro de 1959.

Dois anos após a vitória da revolução Fidel comunica ao mundo, junto a multidão na praça da Revolução em Havana, que Cuba é uma República Socialista.


Ele nunca baixou a guarda

Para o Che o trabalho devia adquirir outro sentido, a construção da nova mulher e do novo homem socialista


A educação é prioridade desde os primeiros anos da Revolução : De 1959 a 1960, a parcela de analfabetos caiu de 23,6% para 3,8%. No segundo ano a taxa baixou para 1,9%. Atualmente dos 177 países que fazem parte do relatório de Desenvolvimento Humano da ONU, a ilha figura entre os quatro primeiros com maior índice de alfabetização: 99, 8% dos cubanos acima de 15 anos. Neste quesito, o país está à frente dos EUA, Canadá, Japão, Suiça, França, de prticamente todos os países desenvolvidos. A relação aluno-professor em Cuba está em 10 alunos por professor enquanto nos EUA é 14 e no Brasil a média é 20 alunos por professor. ( Fonte: Revista Caros Amigos, número 33)







Revoulução Cubana entra no século XXI

Os irmãos

A causa da Patria Grande Latinoamericana é o caminho



Uma vida em defesa de uma causa



Filhos da Revolução: Cuba não está sozinha.



Maestro Martí como referência de vida

Saúde: Dos 177 países que mostra o relatório da ONU, Cuba é o que possúi o maior número de médicos per capta, 591 por 100.000 habitantes. Mais que o dobro dos EUA, que tem 256; do que o Canadá, com 214; Japão, com 198; e Brasil, com 115. Antes da revolução eram 92 mpedicos por 100.000habitantes, a maioria baseada nas grandes cidades. ( Fonte; Caros Amigos número 33)
Princípios e valores que nunca morrem


Cada casa uma trincheira de defesa da revolução


A melhor música do mundo está aqui





Orgulho: Um povo que tem orgulho de sua história é um povo que está sempre de cabeça erguida.

Dignidade: A educação é o bem mais precioso


Comandante: Fidel é a alma da revolução


Raúl Castro e as tarefas da Revolução

Um povo que constrói seu futuro jamais ficará de joelhos

50 anos: Ao passado capitalista jamais, a revolução não retrocederá...recém começou...


O Caminho se faz ao caminhar. Essa frase pode muito bem retratar os 50 anos da Revolução Cubana. Uma pequena ilha do Caribe, que servia como Cassino para os Gangsters e mafiosos milionários dos EUA durante décadas, realiza uma Revolução Popular de 1957 a 1959, derruba o ditador de plantão e instaura a primeira República Socialista do continente americano, no quintal do império. Isso não podia ser aceito. Invasões, ataques permanentes, bloqueio econômico de 50 anos, e o povo de Cuba continua seu caminho construindo sua democracia, sua soberania e sua dignidade. Quando comemoramos o cinquentenário da Revolução Cubana, além de destacar as conquistas sociais, erradicação do analfabetismo, saúde, trabalho para todos, o que mais saudamos é a dignidade e a moral do povo cubano. Ilhados literalmente do capitalismo, sofrem em sua vida diária a condeção por tentar viver de forma livre e soberana. O mundo capitalista quer provar que pode derrotar Cuba pela falta de shampoo, de Mac Donalds, de carros GM, mas esse povo teima em não aceitar essa lógica como caminho de felicidade. Constróem seu caminho contrariando tudo isso. Cuba não retrocederá, o ser humano prova que moral e dignidiade ainda são os maiores valores, muito mais que um tenis de marca produzido pelo trabalho escravo de crianças asiáticas.

A moral revolucionária do povo cubano, cuja referencia é a vida de Che, estão refletidas na prática de milhares de médicos cubanos que levam saúde para as favelas da Venezuela ( 20 mil médicos) , estão nos professores cubanos que ajudaram o governo de Evo Morales a erradicar o analfabetismo na Bolivia, estão na Africa, na Ásia. Cuba é internacionalismo socialista. Parabéns pelo meio século de luta, esperança e dignidade. A luta recém começou.

2 comentários:

Anônimo disse...

VIVA O SOCIALISMO!! VIVA CUBA ! VIVA FIDEL.

henry disse...

Parabens pelo trabalho de seu blog..
HASTA VICTORIA SIEMPRE!!!!!
Cuba é um exemplo assim como os homens que fizeram sua revolução...
Patria ou muerte!