sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Aniversário do BLOG ECONOMIA SOCIALISTA


Um ano de blog ECONOMIA SOCIALISTA
A LUTA E BOA E PROSSEGUE
AURRERA BOLIE

A data de 31 de agosto é muito significativa para nosso blog. Foi na tarde de 31 de agosto de 2007, ou seja, a um ano, que decidimos criar um blog voltado para o tema da Economia Solidária. Entretanto, não queríamos criar mais um blog sobre esse tema. Nossa intenção foi criar um espaço para pautar a prática da Economia Solidária sob uma perspectiva socialista, ou seja, enquanto perspectiva de projeto estratégico de transformação. E porque isso? Primeiro porque identificamos que a Economia Solidária, como prática criada pela iniciativa dos trabalhadores e trabalhadoras para responder ao problema do desemprego, não surge de um projeto de esquerda, apesar de ser animado e apoiado por pessoas, militantes e governos de esquerda. E segundo porque também não é uma prática pensada como projeto estratégico pela esquerda. Essa realidade é uma realidade que desconhece o enorme potencial da Economia Solidária constituir-se em um projeto econômico socialista. O que é necessário para isso? Acrditamos que a esquerda ( partidos e movimentos sociais) - muitos ainda perdidos a partir da crise de sujeito revolucionário- precisa compreender essa prática como uma experiência concreta que demonstra a possibilidade de iniciar um processo de auto-organização e controle coletivo e democrático, pelos livres produtores associados, da economia.
Entretanto, sabemos do enorme desafio, pois a esquerda atual, ainda permanece presa à lógica fordista em crise, cujo sujeito era o trabalhador asalariado sindicalizado, como o protagonista das transformações. Não conseguem assimilar que esse sujeito está em avançado processo de extinção, e o que existe ainda de crescimento do trabalho formal é cada vez mais precário e de baixa qualificação, com níveis de salário suficientes apenas para subsistencia. Portanto, não há saída para a crise do trabalho. Como Marx já dizia no século XIX a consigna revolucionária não é mais trabalho assalariado, é o fim do assalariamento. Ou os trabalhadores assumem em suas mãos o controle da economia, da produção, comercialização, criando um setor produtivo coletivo, ou estará condenado a miséria do trabalho assalariado, precarizado ou o trabalho individual autônomo, em ambos os casos estará condenado a miséria e a alienação. O trabalho e a produção a partir do que vem sendo chamado de Economia Solidária tem um enorme potencial desalienador, na medida em que o trabalhador se apropria do processo produtivo, do controle e gestão do que está produzindo, ao mesmo tempo pode compreender o funcionamento do Estado a partir das relações que este estabelece com a base produtiva, ou seja, compreende que o Estado está em disputa e precisa estar também sob controle dos livres produtores associados e servindo aos seus interesses e não da burguesia rentista que vive dos juros da dívida pública e não da produção. Compreende também que os fundos públicos do Estado devem estar a serviço de um novo setor econômico dos trabalhadores.
Entretanto, todo esse processo de conscientização dos trabalhadores da Economia Solidária e avanço desse modo de produção que ainda é embrionário e marginal, somente será possivel quando a esquerda assumir a Economia Solidária como objetivo estratégico para superação do capitalismo. Transformando-a em Economia Socialista. O que significa resgatar o tema do controle da economia pelos trabalhadores organizados. E para isso a tarefa primeira é organizar esses trabalhadores e construir uma identidade de classe com um programa de transformações do Estado no sentido de garantir apoio a essa outra economia , que chamamos de Economia Socialista.
Essa, portanto, tem sido a tarefa que nos propomos com esse humilde blog, colocar o nosso grão de areia nessa construção que se resume em renovar o pensamento da esquerda. Resgatando o marxismo radical de Marx, aquele da construção da economia política dos trabalhadores, que segundo ele seria obra dos próprios trabalhadores ou não seria. Dizemos portanto, que o socialismo ou será autogestionário, ou será simulacro de socialismo.
Também destacamos neste um ano de trabalho a nossa contribuição para a democratização da informação. Como esse é um meio de comunicação procuramos também contribuir com o enfrentamento do monopolío capitalista da informação. Nesse sentido abrimos nosso blog para todas as noticias e informações sobre as lutas anticapitalistas e que tenham um caráter anti-sistêmico e socialista, sejam lutas de libertação nacional, sejam lutas dos movimentos sociais de todos os continentes.
Para nós não há confusão ideológica quando nosso parâmetro é onde estão os capitalistas. Essa é nossa bússola, sempre estaremos do outro lado, enfrentando-os.
Neste primeiro aniversário sentimos que nossos objetivos estão sendo cumpridos, estamos fazendo nossas opiniões chegarem aos mais distantes cantos do mundo onde é recebida por cada camarada que acessa a página e se soma a essa luta.

Gostariamos muito de saber a opinião dos camaradas que visitam nosso blog, por isso temos o espaço dos comentários e também nosso e-mail: economiasocialista@gmail.com envie sua opinião e ajude a construir essa luta que é coletiva, somos apenas uma parte dessa construção.

Saudações a quem tem coragem, a todos que entregam sua vida por uma causa, principalmente a causa coletiva de uma nova sociedade.
Como dizem os camaradas bascos da izquierda abertzale AURRERA BOLIE, ou seja, adelante com la pelota!!!

Nenhum comentário: